segunda-feira, 31 de maio de 2010

As rimas da Andreia!



Boa noite a todos!

Hoje, antes de ir dormir, vou-vos contar a história de uma aranha chamada Andreia.
É uma história contada em verso, porque hoje apetece-me rimar.

Era uma vez uma aranha chamada Andreia.
Um dia encontrou uma centopeia a comer geleia.
A aranha observou-a da sua teia,
E viu que já estava cheia
De comer tanta geleia em cima de uma baleia.
Viu também uma sereia
A observar a centopeia
em cima da baleia
a comer geleia.
A sereia aproximou-se e disse:
-Podes-me dar uma bocadinho de geleia?
- És muito gulosa, sereia!
- A geleia já está meia.
- Vou guardá-la para a minha ceia.
Foi para casa a sereia
e lá encontrou uma meia.
- Que fedorenta meia!
Ainda bem que não foi a centopeia.
Para tanto pé,
teria muita meia!

E pronto, espero que tenham gostado.
Aproveitei que estava inspirada e fiz também uns desenhos nas fotografias da Andreia. Fiz uma flor, umas heras e até o Tico Alegre, o meu morcego voador que já conhecem.

Voltem comigo sempre, para mais brincadeira!


2 comentários:

artes_romao disse...

olá M.
mas que belas novidades tens por aqui como sempre,...lol
gostei imenso deste verso,parabéns.
fizeste bem em aproveitar esse grande momento de inspiração.
parabéns.
fica bem,jinhos****

Anita disse...

Boa inspiração :)

Um beijinho e feliz dia para ti, sorri sempre :)